25 janeiro 2010

Guerreiro do 3º mundo. Maresia lança álbum


Série Multiplicação da Revolução
Entrevista

Mais um lançamento que vem confirmar a força da música independente e comprometida com a transformação.

Maresia, MC da cidade de Samambaia acaba de lançar seu 1 álbum intitulado 'Guerreiro do Terceiro Mundo', faixa do CD produzida a partir de sampler de Edson Gomes. O trabalho é uma verdadeira arqueologia da música brasileira, resgatando o ritmo e a musicalidade nacional, junto a boas levadas e forte conteúdo.

O rapper iniciou sua carreira em 1997 junto com seu irmão Rapadura; Após passar por diversos grupos como Consciência armada, PJL, Art'vistas, adquire vivência, maturidade e experiência para seguir em carreira solo.

Além da atuação como Rapper, Maresia é empreendedor. Gesta, dirige e vende produtos ligados a cultura e moda urbana na loja Sub-mundo Hip Hop na cidade de Samambaia, atuando como revendedor de grandes marcas.

1 - O CD Guerreiro do Terceiro Mundo vem sendo gestado a 3 anos. Qual a maior dificuldade encontrada para lança-lo e quais frutos veem sendo colhidos?

Umas das maiores dificuldades foi à falta de patrocínio. Os gastos com a produção e elaboração do álbum são altíssimos.
Gera certo desanimo quando você planeja lançar em um ano, porém o tempo passa, e lá se vão longos três anos, mas graças a Deus o sonho foi concretizado com o meu próprio suor. Os frutos são muitos: Se alguém escuta um som e esse som o faz refletir eu já estou recompensado pela vida toda, além da realização pessoal, um sonho realizado. Vários amigos participaram desse trampo entre eles: Rapadura, Nego Cartola, A fórmula, P J L, Dnac, Bravoz, Diautoria, Nego Dé, Nova Escola e Kiko Santana.

2 - A cerca da produção, inúmeras faixas são assinadas por seu irmão Rapadura, MC de grande expressão no cenário nacional. Infelizmente, grande parte de artistas, ligados ou não a cultura Hip Hop utilizam o mercado estadunidense, como norte ou modelo de produção, esquecendo assim a produção e musicalidade nacional. Conte-nos um pouco sobre os samplers utilizados e o que cada artista 'resgatado' representa pra você:

Samplers resgatando artistas do passado para o futuro como: Aguinaldo Timoteo, Roberto Carlos, Moacir Franco, Sidney Magal. Artistas que sempre representaram a nossa cultura em todo o mundo, mas com o passar do tempo o povo se esqueceu, porém continuam vivos nas canções. Eu tempo chegar ao menos em cinco por cento dos sentimentos que passaram.

3 - Quais estratégias foram elaboradas para divulgação e distribuição do álbum? Há previsão de festa de lançamento?

Estou utilizando os meios cabíveis na internet como: orkut, MSN, palcomp3. Porém pessoas como DJ Nego Gilson, G1 FM - Daher, DJ Nelson Ramos – Espaço do Rap e DJ Marquinhos da Smurphies colaboram bastante.
A DISTRIBUIÇAO estar sendo por meio das lojas: Submundo Hip Hop e Stylo Black e através dos fones: (61) 92825526 ou 86070276 ou 30397459. Estou esperando manifestações que venha a fortalecer a corrente do Rap sério, com muitos objetivos, porém sem patrocínios.

4 - Que vertente ou linha dentro do Rap o 'Guerreiro do Terceiro Mundo' segue?

GUERREIRO DO 3° MUNDO segue a linha mais protesto e resistencia, a exemplo de grupos antigos. Creio que é necessário ter caráter e identidade, saber o que estar falando; Não bastar fazer por fazer, tem quer ter proposta, mas também obras concluídas.

5 - A música 'São vários' tem a participação de inúmeros MC's do Distrito Federal. Conte-nos um pouco sobre esses grupos e que mensagem a música tenta transmitir.

Na canção ‘São Vários’ visei reunir grupos de varias cidades do DF integrando a ideologia com uma harmonia. Transmite uma mensagem que não importa onde você mora, a vontade de transformação é presente e nunca ira morrer.


6 - O Hip Hop em Samambaia, e em todo o DF tem enorme dificuldade de se articular. Deve-se isto também à própria conjuntura da região. Com a passagem mais cara do país e com o distanciamento cultural imposto pela criação de Brasília, que expulsou os trabalhadores do grande centro e os jogou em condições subhumanas a 20/50 km de distância. Como você enxerga o montante de dinheiro gasto nas festividades de 50 anos da capital do país, lembrando que 50 milhões foram destinados ao carnaval do Rio de Janeiro, recurso que os artistas locais não têm acesso. Qual maneira pode intervir e qual é o papel do Hip Hop nesta questão?

Primeiramente vejo que Samambaia é rica em cultura, mas não tem atuação constante ou sólida. Existem alguns pontos e alguns institutos, mas que não tem o poder aquisitivo para realizarem tudo que almejam. Os Mc’s, B.boys, B.girls, Dj´s e grafiteiros não tem uma organização, nem um local para se reunirem, nem apoio financeiro. As dificuldades não são só em articular o movimento, mas também em se firmarem no movimento ou em movimentos. A verba publica sempre é distribuída pra quem não precisa, é uma vergonha ver o analfabetismo, crianças subnutridas, idosos com uma lastima de aposentadoria, hospitais sem leitos, sem maquinas, mas o contraste vem com o gosto de impotência ao vermos as comemorações de Brasília ao extrapolar nos contratos de 500 mil reais ao contratar Xuxa ,Claudia leite. Sem contar à merda que vimos pela TV nos escândalos de menssaloes, dinheiro público em cuecas, meias, malas, panetones... Pra finalizar o ridículo ainda sujam envergonha o nome de Deus e dos nossos irmãos da nação brasileira. Nossa historia já vem manchada desde muito tempo. Basta! Não aos porcos corruptos.

7 - Como está e quais modificações ou ajustes devem ser postos para o crescimento do Hip Hop na região?

Para haver melhorias deve haver sensibilidades e pulso firme. Seriedade e atitude de ir ate o poder com objetivo. Tem que reunir a massa que é imensa e ter uma proposta, um projeto sério para que seja aprovado com remuneração pros demais combatentes.

8 - Quais grupos vem se destacando na região?

Vários grupos vêm nos trazendo orgulhos com o passar do tempo entre eles: A Fórmula, P J L, Justiceiros do Rap, Aborígine, Gury – gospel, dentre outros.

9 - Espaço aberto: Críticas, contatos...


E-mail: maresiarap@hotmail.com
Myspace: http://www.myspace.com/maresiamcartvista
Palcomp3: http://palcomp3.cifraclub.terra.com.br/maresiarap/
Comunidade no orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=25298203
Telefones: ( 61 ) 92825526 ou 86070276 ou 30397459

2 comentários:

aline disse...

hum entrevista bem legal ..gostei muito
E naum desiste nunca maresia ,suas musicas são otimas..ta ligado na quele seu som -->coragem pra seguir e muito massa demai+!!

helder disse...

e ai mlk , parabéns pelo seu trampo. Com honestidade e humildade a gente chega lá.
Tudo isso que ta acontecendo na sua vida é porque hj vc é um vencedor. Corra atrás sempre dos seus objetivos, mesmo que esses pareçam nao dar ser, pois o "cara" la de cima(DEUS)esta sempre olhando pra quem corre pelo certo.
Tamo junto e misturado...é nois.